Bel de Papo com Garotas Fora do Padrão

 

Estas mineiras estão a frente do blog Garotas Fora do Padrão e ajudam a empoderar mulheres reais

Há um ano a frente do blog Garotas FDP – Fora Do Padrão – (adoro o nome!!), essas quatro mineiras falam de moda e beleza para mulheres Plus size. Uma missão importantíssima, já que dados do IBGE apontam que cerca de 60% da população brasileira está acima do peso, mas apenas 18% das lojas oferecem opções em tamanhos grandes. E encontrar peças coloridas, com estilo, que sigam as tendências da moda, ainda é um desafio.

E quando falamos de moda sustentável, esbarramos na questão da moda inclusiva, que respeita as diferenças de corpos. Será que isso hoje é uma realidade? Vamos bater um papo com as meninas.

BelDut: Antes eram as revistas, hoje são as redes sociais que esfregam na nossa cara os padrões de beleza e o que pode e não pode para cada tipo de corpo. Vocês já sofreram com essa ditadura?

Garotas FDP: Sim, e ainda, de certa forma, sofremos. Expressões como “mas você tem um rosto tão lindo” ou questionamentos sobre a nossa saúde pautam nossa vida desde a infância. Pessoas que se acham no direito de questionar ou inferir coisas sobre nossos hábitos, com base no nosso manequim, estão por todos os cantos. E com nosso guarda-roupas não é diferente.

Hoje, temos mais liberdade para ousar, mas nem sempre foi assim. Quem diria que a Carol Kerbidi usaria um short curto jeans, ou a Mari vestiria uma saia de tule, ou mesmo a Carol Cyrne compraria uma calça branca? Todos esses conceitos de que “não podemos/devemos” foram socialmente impostos pra gente e não é fácil se libertar disso. É um trabalho de formiguinha mesmo, feito dia a dia.

BelDut: O blog é sem dúvida uma ferramenta importantíssima para gerar conteúdo para o público plus size, mas acima de tudo, empoderar essas mulheres. Como vocês encaram essa responsabilidade?

Garotas FDP: Nosso processo de libertação e aceitação só foi realmente possível graças a um movimento maior, composto por mulheres pioneiras que vieram na contramão dos padrões estabelecidos pela sociedade e se tornaram referência e fonte de inspiração para nós nos libertarmos e iniciarmos esse trabalho. Tivemos nossa ajuda, agora queremos ajudar e ser suporte para que nossas leitoras também conquistem o que merecem! Isso é um ciclo de amor.

Entendemos bem nossa responsabilidade nisso tudo. Por isso levamos tudo muito a sério. Estudamos muito para escrever cada palavra, escolhemos a dedo cada foto postada, analisamos com carinho cada parceria travada. Mas não tem nada mais gratificante do que receber uma mensagem de uma leitora dizendo que graças ao nosso trabalho, ela se veste melhor, se sente bonita e consegue se fotografar de corpo inteiro e gostar do que vê na foto.

Sabemos que sem essa representatividade, sem a exposição, sem a discussão, também não há mudança ou evolução e não nos calaremos jamais. O mundo vai ter que nos engolir! 🙂

BelDut: Segundo dados do Sebrae, o mercado plus size cresce 6% ao ano. Vocês percebem essa mudança? A oferta está aumentando?

Garotas FDP: Sem sombra de dúvidas o mercado plus size vem crescendo consideravelmente há pelo menos dois anos. São inúmeras feiras, bazares e lojas virtuais que aumentam as possibilidades de escolhas das mulheres plus. Hoje já é possível encontrar praticamente todo tipo de roupa: biquínis, lingeries, casacos, fantasias, etc. A luta agora é pelo preço, já que infelizmente as peças tem chegado ao consumidor muitas vezes com preços altos, se comparados com peças voltadas para tamanhos padrão.

Outra característica que constatamos, é que esse crescimento tem sido em sua maioria na internet. As lojas físicas ainda são poucas. Talvez esteja aí a grande oportunidade para os investidores, tendo em vista que o público plus é extremamente fiel.

Posts Relacionados